golfe

Golfe

O golfe é um esporte praticado por mais de 60 milhões de homens e  mulheres em todo o mundo. É um esporte dinâmico e exige muita concentração, treinamento e coordenação motora.

Nele usam-se tacos de diferentes tipos para arremessar a bola (que tem 4,2 centímetro de diâmetro e pesa cerca de 45 gramas), em vários buracos espalhados  por um terreno, usando o mínimo possível de tacadas.

O jogador conta com um auxiliar (caddie) que tem fundamental importância, pois ele não só carrega os tacos, mas dá dicas sobre a melhor estratégia a seguir.

O GOLFE E AS MULHERES

Já se foi o tempo em que golfe era um esporte masculino, hoje os campos contam não só com a beleza do meio ambiente que está em sua volta, mas também foram embelezados por mulheres bonitas, vaidosas, maquiadas e em forma, já que o golfe ajuda a exercitar as pernas e as tacadas a afinar a cintura.

Algumas golfistas ganharam destaques não só em revistas de esporte, mas também de moda e beleza e até mesmo em revistas masculinas.

Dentre elas estão:

Sophie Horn-Britânica: Ganhou fama não só por ser excelente atleta, mas também pela beleza, excelente comunicação, fez ensaios fotográficos,além de ter sido apresentadora de televisão.

Maria Verchenova-Russa: Uma das mais jovens golfistas. Belo corpo e olhos claros, porém, (Já querem saber)não pretende mostrar seu belo corpinho (corpão) em ensaios fotográficos.

Natalie Gulbis-Norte Americana: Loira e alta, começou no golfe bem cedo, veste elegantemente e fala muito bem em público. Gosta de jogar com unhas bem feitas, maquiada e com roupas sensuais. (Ela deve passar pelo site mulher e moda he he he)

Veja como foi a moda nos últimos anos

Sophie Sandolo: Adora moda e ama fazer compras. Nunca aparece em um evento sem maquiagem, sapatos e roupas de grife.
Malha todos os dias e faz questão de exibir curvas e abdômen sarado.

O golfe é um dos  esporte que melhor remunera as mulheres, está atrás apenas para o tênis.

Mas como em todos os outros esportes as mulheres são menos remuneradas que os homens, não só nos salários, mas também nas promoções, mas essa realidade está diminuindo aos poucos.

Se você achou o golfe um esporte interessante veja o vídeo a seguir:

confederação brasileira de golfe
jornal do golfe

A MODA NO PASSAR DOS ANOS

O ditado “diga com quem andas e eu direi quem tu és” poderia ser trocado por “vejo como andas e eu direi quem tu és” , digo isso por que nosso estilo de roupas diz muito a nosso respeito. (Embora eu seja completamente contra tacharmos as pessoas disso ou daquilo pelo simples fato do que ela veste), o que quero dizer é que a moda diz muito sobre nossa cultura.

Anos 20: As mulheres usavam espartilhos, a fim de mostrar silhuetas curvas, depois disso abandonou-se os espartilhos, os vestidos encurtaram e os braços passaram a ficar de fora.

Anos 30: Popularizou-se os shorts, os cabelos passaram  aficar mais compridos e a pele bronzeada!

Anos 40: A moda era saias mais curtas com pregas. calças compridas para mulheres se tornaram práticas e vestidos populares, predominando o estilo militar.

Anos 50: Com o fim da guerra, as mulheres voltaram a se preocupar com a aparência. Maquiagens eram indispensáveis, principalmente no olhar.

Anos 60: Muito Rock and Roll. As saias rodadas perderam lugar para a calça cigarette, e a minissaia caiu no gosto das mulheres.(Mas na moda evangélica as saias só subiriam acima dos joelhos muitos anos depois).

Anos 70: O que influenciou foi o estilo hippie. Jeans com cintura baixa e boca de sino. Muitas tachinhas, bordados e brilhos.
O cabelo passou a ser desalinhado.

Anos 80: A roupa de ginastica passou a ser usada no dia a dia, bem como calças baggy, manga morcego (gosto até hoje) e sapatilha.
Quem não se lembra do batom 24 horas e tênis all star!!!!

Anos 90: Lançou-se as calças coloridas, as blusas segunda pele e a roupa íntima passou a ser exposta e consequentemente mais bonita.
Nessa época valorizou-se também o gosto pessoal, onde as pessoas passaram a ter estilo próprio!
Cabelo longo e ondulado, franja marcada e muitas presilhas!

Nos anos 2000: O fim do mundo não chegou!!!!Lançou-se a moda santropê, o que acabou por resultar em gordurinhas a mais na cintura e sapatos plataforma.

Moda Evangélica– Nos últimos anos a  industria da moda passou a melhorar os modelos de roupas feminina evangélicas, já que perceberam que essas mulheres estavam cada vez mais exigente, e perceberam assim, a possibilidade de aumentar o faturamento dedicando-se a esse público. O resultado foi que elas puderam personalizar seus gostos com diferentes modelos de saias e vestidos, saindo assim, da básica saia jeans!

wikipedia